terça-feira, 11 de abril de 2017


" Por isso, sempre que estiver amargurado, entre em meditação: fique em silêncio, observe sua amargura – torne-se testemunha dela, não se identifique com ela, e você ficará surpreso com o fato de que, quanto mais a observar, menor ela ficará. E, quando estiver perfeitamente vigilante, ela simplesmente desaparecerá, como se nunca tivesse existido. Não restará nenhum traço. De repente você verá que a mesma energia que estava se tornando sua amargura se transformou numa bênção. Você chegou em casa."
(Osho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vou adorar ler seu comentário, além é claro, do prazer enorme de saber que passou por aqui.